FacebookTwitterGoogle+Linkedin
Baralho Literário
10
Advém de terra longínqua
Meu amor, que um dia se foi
Meu bem, é claro que é, sim, sua
A dor de um “bom dia” e de um “oi”.
Um “bom dia” dado aos bons ventos
“Oi” ecoando aos quatro cantos
Contei, foram mais de seiscentos
Ecos. Lágrimas, outros tantos.Clicando aqui, você assiste ao filme
10
J
Vejo o sol brilhando no verde da grama
E o verde das folhas minha atenção chama
Tem verde na mata e verde nos abrolhos
Só não vejo mais o verde dos seus olhos.Clicando aqui, você ouve a música
J
10
Contava o catedrático da velha guarda que, na época do regime militar, um aluno, descontente com a sua nota na prova bimestral, vingou-se dele, denunciando-o como comunista para o DOI-CODI (aliás, esse nome DOI-CODI soa como algo tão intelectual, mas se é coisa de polícia, não pode ser intelectual).Clicando aqui, você ouve a crônica
10
Clique sobre o baralho!