FacebookTwitterGoogle+Linkedin
Baralho Literário
7
Ao trocar o pneu, devaneou acerca do seu longa-metragem: Gamaliel, o protagonista, acabou recluso numa clínica psiquiátrica, sonhando em como poderia ter sido diferente... O fim era triste porque Uriah cria saber como emocionar e porque os espectadores gostam de encontrar conforto na desgraça alheia e poesia nos infortúnios da própria vida insossa, projetando-a nos entes fictícios de uma tela de cinema.Clicando aqui, você lê o conto completo
7
K
Tirando a velha senhora, com o seu netinho, que me olhara com fisionomia de escória de esgoto em estado putrefato e mudara de lugar, pondo-se mais cinco assentos de distância desse que vos escreve, não existia mais nada rançoso no recinto. O clima estava leve.Clicando aqui, você lê o texto completo
K
2
Sinto-me molhado… Mijando na cama nessa idade? Não, eu não mijei na cama. Isso é sangue proveniente do meu fiofó. Eu estou com um problema de hemorroida e um consequente sangramento anal. Vamos ao médico, então… Fiquei com vergonha de falar, durante a triagem, que eu estava “conversando com o chinesinho”, o “Ku Shai Shang”. Logo, estava eu na sala de uma linda médica.Clicando aqui, você ouve a crônica
2
Clique sobre o baralho!